Pataniscas de arroz

Pataniscas de arroz com legumes

Sabem aqueles bocadinhos de arroz que por vezes sobram no tacho e não sabemos o que fazer com eles? As pataniscas de arroz são uma solução engraçada para os aproveitar.

(receita para 4 pessoas)

Ingredientes para esta receita:

– 1 chávena de arroz, previamente cozido;
– 150gr de ervilhas;
– 1 cenoura;
– 1 cebola;
– 1 raminho de salsa;
– 1/2 pimento;
– 1 ovo;
– 6 colheres de sopa de farinha;
– Leite q.b.;
– Sal e pimenta a gosto;
– Óleo ou azeite para fritar.

pasteisdearrozpratoPataniscas de Arroz com Legumes

Como preparar:

Coze as ervilhas e as cenouras, cortadas em pequenos cubos, em água com sal e um fio de azeite durante cerca de 15 minutos. Passa por água fria e reserva.

Numa tigela coloca a farinha, faz uma cova no meio, adiciona o ovo batido e um pouco de leite.
Mistura o resto do leite, aos poucos, até obter um polme uniforme e deixar a massa repousar por 10 minutos.

Junta a cebola picada, o pimento em cubos, a salsa picada, os vegetais, o arroz, o sal, a pimenta e envolve bem.

Numa frigideira ao lume, colocamos cerca de dois dedos de óleo ou azeite se preferires. Frita pequenas colheradas de massa até que as pataniscas de arroz fiquem bem loirinhas. Depois de fritas coloca num prato com papel absorvente para retirar o excesso de gordura.

As pataniscas de arroz são óptimas frias, quentes, de acompanhamento, entrada ou até mesmo para petiscar!

pasteisdearroztravessa pasteisdearrozprato

Pataniscas de Arroz com Legumes

Cá em casa normalmente faço pataniscas de arroz para levar para a praia, são tão boas que ando sempre a ver se sobra arroz para as fazer.

Estas já foram!!!

Outras sugestões:

Como fazer… Arroz branco;
Arroz malandrinho de camarão;
Arroz doce branco sem ovos.

No nosso fórum podes publicar receitas, esclarecer dúvidas e trocar ideias com todos os membros. Junta-te a nós e visita também a página do Facebook =)

Porque nunca é tarde para aprender, basta querer!

3 pensamentos em “Pataniscas de arroz com legumes

  1. A minha Mãe costuma embrulhar o tacho numa toalha de mesa pequena (eu assim faço também) , retirando-o do lume quando ainda não está totalmente cozinhado. Fica mesmo sequinho. É daqueles pequenos truques que, se calhar, até nem sempre resultarão, mas que para mim me recordam sempre infância, e eu faço questão de repetir o ritual 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *