Fondue de carne

Fondue de carne (bourguinonne)

A nossa sugestão para comemorar o dia de São Valentim é um belo fondue de carne, que é como quem diz fondue Bourguignonne.

Fondue de carne

Fondue de carne (Bourguignonne)

O fondue é o prato nacional da Suíça, composto por queijo derretido, servido num tacho comum a todos os convidados (caquelon ou tacho de fondue), sobre uma tempre (réchaud), e aquecido com lamparina (spirit lamp) ou vela.

O fondue é acompanhado por pequenos pedaços de pão que se mergulham no queijo com o auxílio de garfos longos e serve-se com salada e alguns molhos (três no mínimo).

Depressa conquistou o mundo e hoje em dia temos diversas versões de fondue:

– Queijo – Pequenos cubos de pão, mergulhados em queijo derretido;

– Carne (bourguignonne) – Pequenos cubos de carne (de preferência lombo vaca), mergulhados em óleo quente;

– Carne e vegetais (chinoase ou hot pot) – Pedaços de carne e vegetais, cozinhados num caldo quente onde depois se cozinha ovos e massa e no fim se reparte pelos convidados;

– Peixe e marisco (mongol) – Pedaços de peixe e marisco, cozinhados em caldo de carne;

– Chocolate – Pedaços de fruta, mergulhados em chocolate quente.

Aproveitamos o Dia de São Valentim para nos lançarmos na aventura do fondue. O primeiro que vamos experimentar é o bourguinonne (fondue de carne)!

Esta é a nossa sugestão para um jantar romântico a dois (ou mais) sem stress e com boa disposição.

Fondue de carne Fondue de carne Fondue de carne

Fondue de carne (Bourguignonne)

Toda a preparação deve ser feita com antecedência para que na hora de comer se possa disfrutar desta refeição simples e sofisticada.

Bons fondues!

(Receita para 2 pessoas):

Ingredientes para esta receita:

Para os molhos:
Maionese caseira;
– Mostarda;
– Ketchup;
Molho de alho.

Para o fondue:
– 150gr de lombo de vaca;
– 150gr de lombo de porco;
– Sal;
– Pimenta;
– Óleo de girassol para fritar.

Acompanhamentos:
Batata frita;
Arroz branco;
Salada;
– Frutas diversas.

Fondue de carneFondue de carne (bourguinonne)

Como preparar:

Prepara os molhos. Podes utilizar os molhos que quiseres mas a minha sugestão é a seguinte:

– Maionese (aqui encontras uma receita deliciosa de maionese caseira) que podes servir simples ou misturada com pickles ou ervas de cheiro picadas, etc;

– Mostarda. Mistura com um pouco de maionese para suavizar o sabor de mostarda;

– Ketchup simples ou misturado com maionese;

Molho de alho (encontra a receita aqui). Cá por casa trocámos a maionese por este molho que é bem melhor.

Reserva os molhos no frio até à hora de servir.

Fondue de carne

Corta a carne em cubos médios, do mesmo tamanho para cozinhar rapidamente, tempera com sal e pimenta. E reserva no frio.

Dica: Se houver criancinhas, no jantar romântico, ou quem não aprecia nacos de carne podes servir almôndegas. Retira cerca de 50gr de cada carne, antes de temperar, e pica.

Depois tempera com sal, pimenta, um pouco de vinagre balsâmico e forma pequenas almôndegas. Reserva no frio.

Fondue de carne Fondue de carne

Prepara os acompanhamentos (arroz branco, batata frita, salada) e alguns aperitivos, como patés (atum, delicias do mar, cavala, sardinha, etc.), snacks, frutos secos ou desidratados, para ir trincando enquanto a conversa flui.

Descasca a fruta, parte em porções e coloca num prato.

Na hora de servir:

Coloca o óleo no caquelon e leva ao lume para aquecer. Coloca um palito no óleo e quando começar a borbulhar está quente.

Dica: Aromatiza o óleo com uma folha de louro verde ou um raminho de alecrim para tornar a carne mais deliciosa.

Retira cuidadosamente o caquelon para cima do réchaud e acende a lamparina.

Dispõe harmoniosamente os elementos do fondue.

Fondue de carne

Fondue de carne (Bourguignonne)

Distribui os garfos e demonstra ao teu companheiro(a) de aventura como se faz:

– Espeta um pedaço de carne no garfo e coloca no caquelon;

– Deixa fritar (30 segundos para carne mal passada e 1 minuto para bem passada; a carne de porco deve de ser sempre bem passada);

– Retira a carne do garfo “de fondue” com o garfo;

– Serve-te de acompanhamentos e molhos;

– Disfruta de um jantar romântico e delicioso.

Tradições, etiqueta e notas finais:

– Lembra-te que os convidados podem não saber cozinhar. Compete-te a ti demonstrar como se procede;

– O garfo de fondue não serve para comer, é só para fritar a carne. Uma excepção à regra é o fondue de queijo, onde se pode comer directamente do garfo;

– Nunca molhar o pão (fondue de queijo) ou a fruta (fondue de chocolate) duas vezes;

– A tradição diz que se um homem deixar cair um pedaço dentro do caquelon deve de pagar uma rodada de bebidas a todos os convidados ou se for mulher deve de dar beijinhos a todos;

– Antes de começar a refeição deves de brindar em honra de Johann du Ptuzxe o monge que criou o caquelon, a base de todo o fondue.

Acima de tudo diverte-te!

Para sobremesa optámos por um delicioso bolo de bolacha com natas em forma de coração e decorado com framboesa que lhe deu um tcham fantástico. Não acham?

Fondue de carne Fondue de carne

Bolo de bolacha com natas

No nosso fórum podes publicar receitas, esclarecer dúvidas e trocar ideias com todos os membros. Junta-te a nós e visita também a página do Facebook =)

Porque nunca é tarde para aprender, basta querer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *