Arroz à valenciana de legumes

Arroz à valenciana de legumes

(Arroz à valenciana de legumes para 4 pessoas)

Ingredientes para esta receita:

– Azeite;
– 1 cebola, picada;
– 1 dente de alho, esmagado;
– 1 folha de louro;
– 1 pimento vermelho, cortado em tiras finas;
– 1 cenoura, cortada aos cubos;
– 100gr de ervilhas;
– 1 colher (sopa) de açafrão em pó;
– 1 tomate maduro, sem pele e cortado aos cubos;
– ½ medida* de vinho branco, de boa qualidade;
– 1 medida* de arroz carolino;
– 3 medidas* de caldo de legumes;
– Sal;
– Pimenta;
– Coentros picados (opcional).

*1 medida = 250ml

Arroz à valenciana de legumesArroz à valenciana de legumes

Como preparar:

Faz o refogado com cebola, alho, louro e um fio de azeite.

Quando a cebola estiver transparente, adiciona a cenoura e deixa refogar.

Assim que a cenoura ficar tenra, adiciona as tiras de pimento, as ervilhas e o açafrão.

Deixa refogar em lume brando até que as ervilhas mudem de cor.

Adiciona o tomate e deixa apurar. Quando o refogado estiver quase seco rega com vinho branco e adiciona o arroz. Envolve bem.

Adiciona o caldo de legumes e tempera com sal e pimenta. Deixa cozinhar, o arroz à valenciana de legumes, destapado.

Quando o caldo evaporar, tapa o tacho, desliga o lume e deixa repousar por 10 minutos antes de servir.

Serve o arroz à valenciana de legumes polvilhado com coentros picados.

Arroz à valenciana de legumes Arroz à valenciana de legumes

Arroz à valenciana de legumes

Nota: Este arroz fica molhadinho. Se quiseres o arroz mais solto e seco, utiliza arroz agulha em vez de carolino e diminui a quantidade de líquido para metade.

Sugestão:

Para enriquecer o arroz adiciona outros legumes como por exemplo couve-flor, feijão-verde, beringela, curgete, etc.

Atenção aos tempos de cozedura!

Coloca sempre o legume que demora mais tempo a cozinhar em primeiro lugar e acrescenta os outros legumes pela mesma lógica.

Temos um fórum ao teu dispor para esclarecer dúvidas ou partilhar ideias. Visita também a nossa página no facebook.

Porque nunca é tarde para aprender, basta querer!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *